Feud: Jessica Lange & Kim Basinger – Uma rivalidade velada

Fotos – El Pais / Universal Pictures

Atualmente interpretando Joan Crawford na série Feud – que mostra a rivalidade de Joan e Bette Davis, e as duas sendo manipuladas por imprensa e executivos de Hollywood -, Jessica Lange teve fora das telas uma disputa com Kim Basinger que marcou os anos 70 e 80. Lange trabalhava como modelo em Nova York quando conseguiu sua primeira oportunidade nos cinemas, a aventura King Kong (1976). Produzido por Dino De Laurentiis, o filme atraiu a atenção de diversas jovens atrizes, entre elas Kim Basinger. Modelo da Ford Models, Basinger sempre teve o sonho de ser uma estrela de cinema. Fez teste para Kong e perdeu o papel para Jessica. Foi sua primeira decepção profissional. Continuar lendo Feud: Jessica Lange & Kim Basinger – Uma rivalidade velada

Anúncios

O Poderoso Chefão – Parte II: Pacino & De Niro

Michael (Pacino) e o jovem Vito Corleone (De Niro) em O Poderoso Chefão – Parte II / Paramount Pictures

Al Pacino e Robert De Niro em foto dos bastidores das filmagens de O Poderoso Chefão – Parte II (The Godfather Part II), um dos filmes mais emblemáticos da carreira do diretor Francis Ford Coppola, que hoje comemora 77 anos. Sequência do sucesso de 72, o filme estreou nos cinemas norte-americanos em 20 de dezembro de 74 – chegando ao Brasil em 14 de fevereiro do ano seguinte. Foi indicado a 11 prêmios Oscar, vencendo seis. Entre eles filme – sendo a primeira sequência a conquistar a estatueta nessa categoria -, diretor, roteiro adaptado e ator coadjuvante para De Niro. O ator interpretou Vito Corleone, personagem que rendeu um Oscar também a Marlon Brando pelo primeiro filme. Adaptação do livro The Godfather de Mario Puzo – por ele e Coppola, a trilogia da família Corleone foi concluída 16 anos depois com O Poderoso Chefão – Parte III. Continuar lendo O Poderoso Chefão – Parte II: Pacino & De Niro

Nostalgia: 25 anos de Instinto Selvagem

Reprodução – Universal Pictures / StudioCanal

Em 20 de março de 1992 chegava aos cinemas norte-americanos Instinto Selvagem, um dos filmes mais marcantes daquela década. Dirigido por Paul Verhoeven, o filme transformou em estrela Sharon Stone como a femme fatale Catherine Tramell. Hoje é inimaginável outra atriz no papel. Voltando no tempo não foi fácil a escolha da protagonista. Joe Eszterhas, de Flashdance, escreveu o roteiro de Instinto Selvagem em 13 dias, e o vendeu a peso de ouro, 3 milhões de dólares, para a Carolco Pictures. Continuar lendo Nostalgia: 25 anos de Instinto Selvagem

Aniversariante do dia: Oscar Isaac

Divulgação
Oscar Isaac comemora hoje 38 anos. Nascido na Guatemala, criado em Miami, e formado em Arte Dramática pela Juilliard School, o músico e ator estreou nos cinemas em 2002 com a comédia de ação Amigos por Acaso. Quatro anos depois o primeiro protagonista, José, em Jesus – A História do Nascimento. Os projetos seguintes incluíram Che: O Argentino de Steven Soderbergh e Rede de Mentiras, ação de espionagem com direção de Ridley Scott. Em 2009 Isaac teve atuação aplaudida no filme australiano Balibo. No ano seguinte foi novamente dirigido por Scott em Robin Hood. Participou ainda de Sucker Punch: Mundo Surreal, Drive e O Legado Bourne. A grande oportunidade até então veio em 2013 com o drama musical Inside Llewin Davis: Balada de Um Homem Comum dos irmãos Ethan e Joel Coen. Em atuação aclamada pela crítica, Oscar foi indicado como melhor ator no Globo de Ouro e Independent Spirits. Além de prêmios em festivais, como Toronto e Santa Barbara.

Continuar lendo Aniversariante do dia: Oscar Isaac

Bette Davis e Joan Crawford: A rivalidade de duas lendas do cinema

Sarandon e Lange interpretam Davis e Crawford / Fox

Uma das maiores rivalidades de Hollywood, talvez a maior, chega às telas brasileiras a partir de 12 de março pelo canal Fox Premium. Feud: Bette and Joan, série criada por Ryan Murphy (American Horror Story), Jaffe Cohen e Michael Zam, apresenta em sua primeira temporada a histórica batalha das duas atrizes. Jessica Lange vive Joan Crawford, enquanto Bette Davis é interpretada por Susan Sarandon. O pano de fundo é a filmagem de O Que Aconteceu com Baby Jane?, única colaboração das rivais. Além das brigas, a série discutirá as discriminações e perda de oportunidades em Hollywood enfrentada pelas atrizes. Catherine Zeta-Jones, Alfred Molina e Sarah Paulson também tem papéis de destaque.

Continuar lendo Bette Davis e Joan Crawford: A rivalidade de duas lendas do cinema

Música de cinema: City of Stars – Emma Stone e Ryan Gosling (La La Land)

Paris Filmes

Canção principal do romance musical La La Land, City of Stars, é uma composição de Justin Hurwitz com letras de Benj Pasek e Justin Paul. Recebeu o Oscar de melhor canção original, com interpretações de Emma Stone e Ryan Gosling. Dirigido por Damien Chazelle, La La Land é uma homenagem aos musicais de Hollywood. Também escrito por Chazelle – de um total de seis prêmios, incluindo direção e atriz -, o filme demorou seis anos para sair do papel. Só conseguindo investimento após o sucesso do longa anterior do diretor, o ótimo Whiplash, lançado em 2014.

Cinquenta Tons Mais Escuros: Eta filme ruim!

cinquentatonsmaisescuros_02
Dakota e Dornan numa das inúmeras cenas constrangedoras do filme
Não adiantou trocar a diretora Sam Taylor-Johnson por James Foley (A Estranha Perfeita e episódios de House of Cards), Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades Darker, EUA, 2017) é ainda pior que o primeiro filme. Nunca li nenhum dos livros da trilogia de E. L. James – nem pretendo -, e levando em consideração o longa original já esperava um filme raso e sonolento com apenas a parte técnica para salvar. Nem isso. Cinquenta Tons Mais Escuros, com roteiro assinado por Niall Leonard – marido da autora das “obras literárias” -, no lugar de Kelly Marcel, é constrangedor, sem ritmo e de mau gosto. Continuar lendo Cinquenta Tons Mais Escuros: Eta filme ruim!

Notes of a Woman marca a volta de Angelina Jolie às telas

angelinajolie_mon_guerlain
Divulgação – Guerlain

Angelina Jolie retorna à frente das câmeras sob a direção do cultuado diretor Terrence Malick (Além da Linha Vermelha/Árvore da Vida). O projeto é o comercial Notes of a Woman, do perfume Mon Guerlain da Guerlain. Jolie é a nova imagem da marca francesa. A canção Awakening de Andy Quin, já usada por Malick no trailer de seu filme Amor Pleno de 2012, embala a inconfundível beleza de Angelina e das paisagens. O cachê de toda a campanha será doado pela artista para caridade.

Continuar lendo Notes of a Woman marca a volta de Angelina Jolie às telas

Melhor de 5: Passageiros, Uma Loucura de Mulher, Como Ser Solteira, Jackie e LEGO Batman: O Filme

Passageiros (Passengers, EUA, 2016) Direção Morten Tyldum

passageiros_001
Sony Pictures

A ideia era boa, mas a execução equivocada. Chris Pratt vive Jim Preston, engenheiro que acorda em meio a uma viagem espacial que deveria durar 90 anos. O primeiro ato, mostrando a solidão do personagem na nave que leva os colonizadores, é o ponto alto da produção. Assim como desenho de produção, trilha sonora – ambos indicados ao Oscar – e efeitos visuais. O caldo entorna quando Jim acorda Aurora (Jennifer Lawrence) – sim, referência a Bela Adormecida (!), após stalkear sua vida. Em outra atuação mais do mesmo, Lawrence acaba se apaixonando pelo homem que a condenou a viver presa no espaço. Seguindo a cartilha dos romances, o casal briga, se separa, e depois reata. Com Aurora esquecendo tudo por amor, mesmo que o amor tenha nascido de um ato criminoso e inconsequente. O terceiro ato do filme é risível e forçado.

cotacao001

Em DVD e Blu-Ray em abril. Continuar lendo Melhor de 5: Passageiros, Uma Loucura de Mulher, Como Ser Solteira, Jackie e LEGO Batman: O Filme

Música de cinema: 9 to 5 – Dolly Parton (Como Eliminar Seu Chefe)

comoeliminarseuchefe_01
Fox

Clássico dos anos 80 e da Sessão Tarde, Como Eliminar Seu Chefe (9 to 5, EUA, 1980) traz Jane Fonda, Lily Tomlin e Dolly Parton como três colegas de trabalho, Judy, Violet e Doralle, que unem forças contra o chefe abusivo e sexista Franklin (Dabney Coleman). Além de colocá-lo no lugar que merece, as três constroem uma verdadeira amizade. A ótima comédia dirigida por Colin Higgins, roteirista de Ensina-me a Viver, marcou a estreia da cantora Dolly Parton no cinema, que aceitou atuar no filme com a condição de escrever e cantar a música tema. Assim nasceu 9 to 5, canção que alcançou a primeira posição na Billboard Hot 100, conquistou dois prêmios Grammy, e indicações ao Oscar e Globo de Ouro, que nomeou Parton melhor atriz e nova estrela do ano.

Continuar lendo Música de cinema: 9 to 5 – Dolly Parton (Como Eliminar Seu Chefe)