Charlize Theron é alta voltagem em Atômica

Fotos – Universal Pictures

Mad Max: Estrada da Fúria não rendeu a Charlize Theron uma indicação ao Oscar de melhor atriz, mas sua atuação irrepreensível como Furiosa no filme de George Miller, além de a consolidar como uma das melhores estrelas de ação do cinema contemporâneo, fez a produção de Atômica (Atomic Blonde, EUA, 2017) acontecer. O filme, um projeto desenvolvido pela atriz por cinco anos através de sua produtora a Denver and Deliah, chegou às telas brasileiras na quinta-feira. Na adaptação da HQ Atômica: A Cidade Mais Fria de Anthony Johnston com artes de Sam Hart, Theron é Lorraine Boughton, espiã do MI6 enviada a Berlim em 1989, as vésperas da queda do muro, para investigar o assassinato de outro espião, e recuperar uma lista de agentes duplos que foi roubada. Em meio a isso, Lorraine precisa lidar com aliados e inimigos com comportamentos dúbios. Continuar lendo Charlize Theron é alta voltagem em Atômica

Anúncios

Nostalgia: Fome de Viver

Fotos – Warner

Pela eternidade Miriam Blaylock colecionou amores, os substituindo a medida que a juventude deles se perdia. Protagonista de Fome de Viver, a personagem imortal – nunca chamada de vampira ao longo do filme -, ganhou a representação icônica da musa francesa Catherine Deneuve. Pertencente a uma linhagem egípcia, Miriam – que para todo o sempre manteve sua beleza -, tem a companhia de John Blaylock, interpretado pelo saudoso ícone pop David Bowie, falecido em 10 de janeiro de 2016. Transformado por Miriam, ele precisa dormir por seis horas e se alimentar de sangue humano uma vez por semana para permanecer jovem. Problemas de insônia o levam a uma rápida decadência física, e a procurar a cientista Sarah Roberts (Susan Sarandon), notória por desenvolver um estudo avançado sobre a relação entre sono, juventude e uma utópica imortalidade. Não apenas John cruza o caminho da doutora, mas também Miriam. Esse encontro dará origem a uma forte atração entre as duas. Continuar lendo Nostalgia: Fome de Viver

Música: Lazarus – David Bowie

david_bowie_blackstar

Hoje, David Bowie comemora 69 anos. Para celebrar essa data, o artista britânico preparou o lançamento de seu novo álbum, Blackstar. O 25ºda carreira. O segundo single do projeto – o primeiro é a homônima Blackstar, a ótima Lazarus, ganhou clipe dirigido por Johan Renck (Breaking Bad). Outro grande momento de Bowie, um dos mais fantásticos artistas de todos os tempos.

+David Bowie aqui

Música de cinema: Cat People (Putting Out Fire) – David Bowie

A Marca da Pantera (Cat People: Original Soundtrack) 1982 

 Lançamento: Março de 1982  Posição nos charts:  – US Billboard Mainstream Rock / 26º UK Singles Chart  Composição: David Bowie (letra) e Giorgio Moroder (música)  Produção: Giorgio Moroder  MCA / Universal Music

Perfil: Scarlett Johansson

scarlettjohansson_02
Revista Esquire

Escolhida pela revista Esquire pela segunda vez a mulher sexy do mundo em 2013 – fora eleita também em 2006, Scarlett Johansson é a personificação perfeita da palavra sensualidade. A estreia como atriz aconteceu cedo, aos 10 anos, com o filme O Anjo da Guarda – aventura juvenil dirigida por Rob Reiner, com Elijah Wood e Bruce Willis no elenco. Nessa fase da carreira atuou também em filmes como Justa Causa, Esqueceram de Mim 3, O Encantador de Cavalos – com direção de Robert Redford, e as elogiadas produções independentes Ghost World – Aprendendo a Viver e o neo-noir dos irmãos Coen, O Homem Que Não Estava . Continuar lendo Perfil: Scarlett Johansson

Música: David Bowie completa 65 anos

David Bowie, o gênio do pop / Divulgação

Cantor, ator, compositor, musicista, polêmico, revolucionário e ícone de gerações, o inglês David Bowie é um dos mais importantes astros da história da música mundial.

Precursor na arte de se reinventar, que seria seguida por Madonna, o inglês nunca teve medo de ousar com suas personas contestadoras, como o alienígena Ziggy Stardust, musicalidade diferenciada e letras que iam da crítica a sociedade, passando pelo romantismo e chegando a pura e contagiante diversão.

Seu primeiro lançamento musical foi o álbum homônimo David Bowie em 1967, dois anos depois com o folk psicodélico de Space Oddity e sua faixa título, que trazia como figura central o fictício astronauta Major Tom que seria revisitado nas canções posteriores Ashes to Ashes e Hallo Spaceboy, renderam a Bowie críticas positivas. Que aumentariam durante as décadas de 70 e 80, consideradas as mais criativas de sua carreira.

Álbuns memoráveis como Hunky Dory, The Rise and Fall of Ziggy Stardust, Aladdin Sane, Diamond Dogs, Heroes, Scary Monsters (and Super Creeps) e Let’s Dance, as fases soul, rock glam, alemã, em decorrência de seu interesse pela cena musical da Alemanha iniciada em 1976, e sua faceta de astro pop com clássicos populares como Let’s Dance e China Girl, marcaram essa etapa da carreira do artista. Versátil, Bowie fez uma bem sucedida transição da música para a atuação com sucessos como a montagem teatral de O Homem Elefante, e os filmes Fome de Viver, a fantasia Labirinto – A Magia do Tempo e recentemente O Grande Truque.

As décadas de 90 e a primeira de 2000 foram marcadas respectivamente pelas canções eletrônicas e pela prematura aposentadoria da música. Ícone e fonte de inspiração para artistas de variadas gerações, David Bowie segue se reinventando ao longo dos anos em diversas esferas artísticas. É indiscutível que o legado do camaleão do pop é um dos mais importantes entre os expoentes da música mundial.

Confira dez sucessos de Bowie

Let’s DanceLet’s Dance

+: Starman – The Rise and Fall of Ziggy StardustChangesHunky Dory, Ashes to AshesScary Monsters (and Super Creeps), China GirlLet’s Dance, HeroesHeroes, Life On Mars?The Man Who Sold the World, Space OdditySpace Oddity, As The World Falls DownLabyrinth Soundtrack, Cat People (Putting Out Fire)Cat People Soundtrack

David Bowie – Let’s Dance

Bowie é um dos meus artistas preferidos, não sei como ele ainda não havia aparecido por aqui – hehe – ainda! É com “Let’s Dance” do disco homônimo, de 1983, que o camaleão faz sua estréia no blog. O álbum significou uma nova fase na carreira de David Bowie, a de popstar! A sensacional “Let’s Dance” está na trilha sonora de “Gia” com Angelina Jolie, lançado em 1998 e um dos meus filmes favoritos da atriz.

Let’s Dance! (Versão do vídeo, apresentação da “Serious Moonlight Tour”.)