Aniversariante do dia: Michelle Pfeiffer

Fotos / Interview

Uma das estrelas mais luminosas do cinema, Michelle Pfeiffer comemora hoje 59 anos. Nascida em Santa Ana, Califórnia, aos 20 anos foi eleita Miss Orange Country, ficando em sexto lugar no Miss Califórnia. A estreia como atriz viria no mesmo ano, 1978, na série Ilha da Fantasia. Após participações na televisão, estreou no cinema em 80 com a comédia The Hollywood Knights. A primeira protagonista chegaria dois anos depois com Grease 2: Os Tempos da Brilhantina Voltaram. O filme, sequência do sucesso com John Travolta e Olivia Newton John, foi um fiasco. Diferente do projeto seguinte: Scarface. Pfeiffer foi escolhida pelo produtor Martin Bregman para interpretar Elvira Hancock, mesmo com a resistência de Brian De Palma que preferia Glenn Close. Michelle roubou a cena, e viu a carreira decolar, com sucessos como O Feitiço de Áquila e As Bruxas de Eastwick. Continuar lendo Aniversariante do dia: Michelle Pfeiffer

Anúncios

Aniversariante do dia: Patricia Pillar

patriciapillar_05

PATRICIA PILLAR, uma das mais belas, talentosas e carismáticas atrizes brasileiras, completa hoje 52 anos. Com atuações destacadas em teatro, cinema e televisão, a artista nascida em Brasília coleciona trabalhos elogiados por crítica e público. Minha primeira memória de Pillar remete a novela de 1990, Rainha da Sucata. Na produção assinada por Silvio de Abreu, Patricia interpretou Alaíde, garota que trabalhava na casa dos falidos Albuquerque Figueroa, e não levava para casa os desaforos da preconceituosa – e inesquecível – Laurinha (Glória Menezes). Antes desse trabalho, a atriz já havia atuado em novelas como Roque Santeiro Brega & Chique, além de apresentar FM TV na Manchete e Video Show (Globo), e atuar no teatro em peças como Estúdio Nagazaki (1986) e O Máximo (1989). Continuar lendo Aniversariante do dia: Patricia Pillar

O Dono do Mundo, uma colcha de retalhos remendada

Fotos: Divulgação – Tv Globo / Reprodução – Viva

Exibida originalmente entre 20 de maio de 1991 e 04 de janeiro de 1992, O DONO DO MUNDO de Gilberto Braga, termina nesta sexta-feira no canal Viva. A trama acompanha Felipe Barreto (ANTONIO FAGUNDES), um poderoso cirurgião plástico que aposta uma caixa de champanhe que levará para a cama Márcia (MALU MADER) antes de seu futuro marido. A jovem virgem é noiva de um de seus funcionários, o pateta assexuado Walter (Tadeu Aguiar). Ele deixa a esposa sozinha na lua de mel – à mercê do médico – para cuidar da manutenção de um programa de computador, uma armação de Felipe. Que não apenas consegue várias noites de prazer com a sonsa professorinha, como também deixa a iludida apaixonada. Já conhecia a novela, há dois anos havia visto e gostado de um compacto de 140 capítulos exibido pela Globo Internacional. Após a vingança de Márcia – ela consegue colocar o vilão no fundo do poço, a trama caia e só não ficava arrastada por ser obviamente um compacto. Com uma trama remendada por problemas de audiência, O Dono do Mundo perdeu força após o ajuste de contas de Márcia, tendo momentos de excelência apenas na fantástica atuação de FERNANDA MONTENEGRO, a carismática Olga Portela. Com certeza, a novela cairia ainda mais em sua versão original. Foi o que aconteceu.

Continuar lendo O Dono do Mundo, uma colcha de retalhos remendada

Perfil: Uma Thurman

uma_thurman_01
Divulgação

Musa do diretor Quentin Tarantino, UMA THURMAN teve os pontos altos da carreira junto do cultuado diretor. As icônicas Mia Wallace de Pulp Fiction – que rendeu a atriz uma indicação ao Oscar, e Beatrix Kiddo, a Noiva de Kill Bill, eternizaram a imagem da atriz junto ao grande público. Nascida em Boston em 29 de abril de 1970, a atriz que hoje comemora 45 anos começou aos 15 como modelo em Nova York. A estreia nos cinemas aconteceu em 1987 com o thriller Kiss Daddy Goodnight. No ano seguinte três oportunidades para mostrar versatilidade: a comédia Johnny Bom de Transa ao lado de Robert Downey Jr., o deslumbre visual de Terry Gillian com As Aventuras do Barão de Munchausen – em que interpretou a deusa Vênus, e Ligações Perigosas, adaptação do romance homônimo de Pierre Choderlos de Laclos, sob a direção de Stephen Frears. Thurman interpretou a ingênua Cécile, envolvida num jogo de sedução pelos personagens de John Malkovich e Glenn Close. Continuar lendo Perfil: Uma Thurman

Próxima atração: Michelle Pfeiffer de olho no Oscar

blogcheri
California Filmes

Michelle Pfeiffer retoma em “Chéri” a parceria com Stephen Frears e Christopher Hampton, diretor e roteirista respectivamente, de “Ligações Perigosas”. Sucesso de 1988, vencedor de três Oscar. Em “Chéri”, que estreou no último Festival de Berlim colhendo elogios à atuação de Pfeiffer, a atriz interpreta uma cortesã que vive um romance com um jovem inglês na conservadora sociedade parisiense da década de 1920. Adaptação de dois romances da escritora francesa Colette, o longa traz também no elenco Kathy Bates e Rupert Friend como o “amante” da personagem de Michelle.

O filme, que estréia de forma limitada nos EUA em 26 de junho, recebeu críticas medianas no Festival de Berlim. Tendo a performance de Pfeiffer aplaudida como um dos destaques do longa ao lado da direção de arte e figurino. Mas, é muito cedo para saber como “Chéri” se sairá nas premiações, e, principalmente no próximo Oscar. Como é dito, festival é uma coisa, Oscar é outra. Mas, eu como fã de Pfeiffer há muito tempo – desde que a vi em “Ladyhawke – O Feitiço de Áquila” – torço para que o retorno dela seja coroado com uma volta as nomeações à prêmios importantes. Michelle foi indicada três vezes ao Oscar, atriz por” Suzie e os Baker Boys” em 1990 e “As Barreiras do Amor” em 1993, coadjuvante por “Ligações Perigosas” em 1989. Infelizmente, saiu nas três ocasiões de mãos abanando. Quem sabe em 2010 isso mudará.